Fórum Role-Playing de Saint Seiya


    Saint Motherfuckers - Gênesis

    Compartilhe
    avatar
    Daxos
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 14/06/2015

    Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Daxos em 28.06.15 14:36

    Saint War - Gênesis

    Capítulo 1 - Reboot

    Era uma manhã fria de Junho. A maioria dos colegas do Saint War agora estavam estudando em um lugar diferente, mais amplo e melhor preparado para receber os membros piroca das ideia, esse era o Saint Seiya Destiny. Diferente de tudo que já havia sido visto, os alunos do SSD agora estavam mais "maduros" e aspiravam grandes profissões no futuro, especialmente Slash.

    Tudo se inicia nessa manhã. Jão, também chamado de João ou Law, estava em seu quarto, jogando seu Piroca Station de 4, vulgo PS4. Ele estava viciado em um jogo novo do Batman e havia virado a noite jogando. Infleizmente para o rapaz, aquele era um dia de aula, então, ele teria que desligá-lo para poder ir estudar, ou então seu papai não iria mais deixá-lo tomar Toddynho com Ice e energético. Jão estava jogando com o Batman, o personagem estava dentro de um bordel.
    - Show de bola, aqui vou pegar a melhor habilidade do Batman, o Bat-punheta. - disse, enquanto olhava fixamente para a tela da televisão, vendo com detalhes nítidos a nova habilidade de seu super-herói favorito.

    Foi interrompido por um toque na campainha da casa e, logo após, sua mãe adentrou o quarto com Near, seu colega de meinha escola. Não demorou muito para Jão se arrumar e sair para a escola, a contragosto, pois queria continuar vendo a habilidade de Batman. Near o seguia calado e isso não passou despercebido por Jão, que logo perguntou porque ele estava calado.
    - Jão, eu odeio o pessoal da minha escola. Toda vez que eu falo algo, eles me chamam de mulherzinha. Queria saber quem contou meu segredo pra eles... - disse o garoto.

    Jão ficou espantado não por isso, mas pelo fato de near já não falar mais usando caixa alta, isso sim causou espanto. Jão apenas olhou para Near e disse para ele não ligar pros carinhas. Assim que chegaram na escola, Slash veio de encontro aos malucos.
    - Qual foi jão. Porra, os baguiu ta doido aqui, morô? A fêssora da Ed. Física não quer liberá meu Bédimintón mano. O pau vai comer nessa porra!! - disse Slash, já puto da vida sem o seu Joguinho de peteca.

    Near olhou para Slash e logo riu.
    - Eu uma vez tava jogando no meu celular e vi um cara punhetando no banheiro, dropei o celular e cai de bunda na pica dele. Boku na pika ao vivo é bem melhor. - disse o pequeno aspirante a caniço.

    Os dois malucos olharam para Near e se calaram pra não envergonhar o pequeno. Nesse momento, uma guria gatona acabou passando por eles e logo atraiu a atenção de Slash, não por causa da garota, mas porque ela estava andando com um cara feio.
    - Puta kill pariu manu. Ki raiva cô tenhu desses malucu que pega mina gostosa que eu kero. Os cara é feio e as mina gostosona. Porque elas não vem mim dá por pena? - perguntou o São-paulino.

    Jão olhou para Slash e logo soltou o verbo, pois o verbo é o poder.
    - Foda-se, Foda-se, Foda-se, Foda-se Foda-se Foda-se Foda-se Foda-se... - cantarolou o rapaz.

    Não demorou muito para o sinal da escola soar e os garotos irem para a sala de aula. Lá dentro, Um garotinho chegou trazendo um vidrinho de 30 ml de um líquido transparente.
    - Ai Slash, isso aqui é a solução pro teus problemas. Tesão de Vaca mano. Pinga isso na bebida das guria que elas fica louquinha pra dar. - disse o maluco.

    Slash bem que queria o produto, mas não tinha dinheiro pra comprar porque gastou tudo no tráfico de Yakult dele, um investimento que ainda não teve retorno. Chegando atrasado, entrou na sala Jens. Todos na turma se espantaram pela sua postura homossexual, porém, Jens havia saído do armário e isso era o que importava. Sua face expressava bem o sentimento de liberdade anal recém-conquistada.

    Jens se sentou ao lado de Jão e logo foi abrindo o bico e falando tudo que trazia em seu interior.
    - Ué...

    Jão olhou para Jens, cagou e andou pro comentário do maluco. Near logo veio cheio de gracinhas.
    - Faltou Tompero!!

    O São-paulino (Slash) veio para falar com seus amiguinhos algo que já tinha em mente há algum tempo.
    - Porra, to afimzãum de uma amizade real, com um cara que seje machu D verdade. Hetero sem viadagem e sem frescura, pra ficá peladãum junto, batê uma punha massa assistindo pornôtube, cheirão de pica no ar, sem comer nem dar um pro outro Mas se aceitar, sem problemas. Seria maneiro, né? Vocês aceitam ser meu coleguinha de quarto? - perguntou o garoto.

    Ninguém se ronunciou, então, Slash ficou puto e vazou. Não demorou para o sinal do recreio tocar e todos eles saírem para zuá mais ainda. Aquele era um ano que prometia muito e com certeza traria muitas novidades. Saint Motherfuckers estava de volta!!


    To be continued...
    avatar
    Daxos
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 14/06/2015

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Daxos em 20.07.15 23:51

    Capítulo 2 - NW e outras putarias

    Era mais um dia de aula no SSD. Jão e Near estavam caminhando, seguindo em direção a escola, como de costume. Nada parecia anormal, tirando o fato que Near estava muito falante naquela manhã:
    - Jão, sabia que não existe o frio? Ele é apenas a ausência de calor. Fiquei sabendo disso depois que Slash me enrabou e passou gelo pra poder diminuir a dor. Mesmo que o frio não exista, ainda sim é uma temperatura, você não acha? - perguntou o jovem, cheio de energia.

    Jão olhou para Near com aquela cara de "foda-se" e disse, enquanto caminhava.
    - To tomando Vodka com energético e Toddynho. Sou fodão pq bebo pra caralho com us muleke e conto pra geral no skype.

    Near não conseguiu entender bem o que Jão quis dizer, mas resolveu ignorar. Sentia-se muito bem naquela manhã, principalmente por ter sido enrabado com tanto carinho. A atenção era algo difícil de se conseguir hoje em dia.

    Assim que chegaram na escola, logo se encontraram com Slash e--

    Atenção!!! Devido a intercorrências com o capítulo anterior e visando evitar processos ou qualquer outro tipo de problema judicial, estaremos modificando a identidade de alguns personagens para, assim, mantermos a descrição das pessoas envolvidas na trama. Obrigado pela compreensão. Qualquer semelhança entre os personagens aqui citados, cuja identidade estão resguardadas e pessoas reais é mera coincidência.


    ...Assim que chegaram na escola, logo se encontraram com Slash e J, que estavam conversando sobre mulheres. Eles tinham um gosto peculiar por moças. J, por exemplo, havia ingressado no grêmio da escola apenas para comer cu e boceta de uma mina qualquer. Slash, por outro lado, não tinha comido ninguém, com exceção do Near, mas estava sempre preparado caso alguma mina viesse com a xaninha pingando.
    - Fala ae jão e Near. Acho que hoje vou comer a tia da faxina - disse J.

    Todos olharam para J e nada disseram. Resolveram entrar na sala, pois a aula já estava para começar, porém, no exato momento que J estava para entrar na sala, eis que surge uma bela garota de cabelos ruivos. Suas bochechas lhe davam um ar feminino e fofo, ao mesmo tempo. Seus lábios eram pura sedução e seu andar hipnotizava qualquer um, ao menos, foi isso que J pensou ao vê-la. Por um momento, ele esqueceu da tia da faxina e da garota do grêmio da escola. Aquela ali era especial. J se aproximou da garota e foi logo puxando assunto.
    - Oi. Meu nome é J. Qual é o seu? - perguntou ele.

    A garota, que nem mesmo tinha notado o rapaz ali, o olhou de cima a baixo, percebeu que ele era bonitinho e pegável, então decidiu dar um pouco de corda.
    - Eu me chamo C Sellet. - disse a garota sorrindo para J.

    J logo percebeu que quando a garota sorria, suas bochechas faziam uma leve curva e covinhas apareciam, lhe dando um ar mais inocente e de ninfeta. Somado a isso, os seios em crescimento da jovem, atiçavam ainda mais os desejos de J, que já estava de barraca armada, por mais que C não percebesse. Sem perder mais tempo, J acabou chamando C para sair. Ficou óbvio que os dois iriam desenvolver um relacionamento sério e isso logo se revelou, dias depois.

    Alguns dias haviam se passado e Black, que tinha ido em Janeiro a uma viagem de fim de semana para a casa da vovó, finalmente tinha voltado para o SSD. Ele agora tinha uma nova brincadeira, chamada NW. Nela, os jogadores encarnavam personagens do anime Naruto e lutavam entre si. Uma boiolagem tão grande que ninguém poderia achar que iriam jogar, entretanto, Jão, Near, J e Slash acabaram jogando. C não gostou da brincadeira, preferiu brincar de "coisas melhores" com sua amiguinha.colação de velcro!!!

    Assim que o colégio acabou, os garotos se reuniram no pátio para começar a brincadeira. Near logo escolheu Neji, um personagem com olhos fodões, pq um dos três olhos dele já tinha sido fudido. Slash escolheu um personagem bosta, que não faz diferença pq ele vai morrer no jogo. Jão e J decidiram ser Uchihas e irmãos, aumentando a suspeita que um empurra no rabo do outro. utirra é tudo viadinho e quem joga com eles tbm

    Assim que os personagens foram definidos, o jogo começou. Os garotos se viram diante da Floresta da morte, um lugar aterrorizante, onde o Chuunin Shiken era realizado. Em um dado momento da brincadeira, Near e Slash estavam juntos, mas por incrível que pareça sexo anal não teve, eles correram pra salvar uma piranha qualquer e perceberam J e Jão próximos da guria. Umas merdas rolaram, que eu não entendi muito bem pq sou burro pra caralho, e o Near se emputeceu pq Slash queria comer a guria e não mais ele, então, cheio de ciúmes, Near usou Juuken em Slash, que caiu no chão, QUASE morto. Slash ficou puto e se levantou, saindo da brincadeira.
    - NEAR JÁ VEIO ME MATAR DE NOVO!! TO PUTÃO VÉY. PRIMEIRO ELE TIRA SARRO DO MEU TIME DO CORAÇÃUM, O SÃO PAULO, DEPOIS VEM QUERER ME MATAR NO NW!! É A 5° VEZ QUE ELE ME MATA!! TODO MUNDO SÓ QUER ME MATAR PQ SOU SÃO PAULINO!! VOU BEBER AGORA! VOU VIRAR BEBUM! - disse ele, abrindo sua garrafinha de Gatorade sabor morango.

    Depois dessa crise do Slash, geral parou de jogar e foram para casa dormir. J, ainda de pau duro, resolveu ir atrás de uma conversa por telefone com C. A conversa durou por muito tempo e os dois se tornaram incomunicáveis por vários dias. Vai saber o que houve.

    No dia seguinte, começou a circular pela escola algumas fotos de J. Na foto, ele estava comcores do arco-íris, o que simbolizava que o jovem era a favor da viadagem. Assim que soube do ocorrido, J decidiu se pronunciar.
    - Mi mi mi mi mi mi minha imagem perante as outras pessoas mi mi mi mi mi mi mi mi, porque uma coisa é sacanear só a mim, outra bem diferente é usar minhas fotos, mi mi mi mi mi mi mi mi mi, como vou comer mulher agora? Mi mi mi mi mi mi mi mi mi, Eu tenho uma imagem imponente que não pode ser denegrida mi mi mi mi mi... - disse o rapaz, puto da vida.

    Logo após essa crise de boiolagem level infinity C chegou ao colégio e ficou sabendo, por fontes confiáveis, que J estava sabendo os dias de menstruação de uma guria qualquer. Mal sabia ela que era apenas um NPC do NW, porém, ela não quis saber, esbravejou e disse que iria dormir de calça jens. J, que já estava quase explodindo a cueca, tentou de tudo, porém, a jovem não cedeu e ele se fudeu.

    O dia transcorreu tranquilamente depois disso, Jão e os outros foram para casa e descansaram, pois aqueles dias a putaria comeu solta mole. Tinha sido uma boa semana, mas agora era esperar a próxima para saber o que viria.


    FIM
    avatar
    Daxos
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 14/06/2015

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Daxos em 06.10.15 19:50

    É mais um dia de putaria na escolinha desses arrombados que eu narro aqui. Hoje to putaço então a narração vai assim, se não curtir, chupa a cabeçona roxa da minha rôla. Jão estava indo para a escola, com sua roupinha de boiola, se sentia cansado depois da suruba com os jogadores do FIFA 16. Enquanto caminhava, pensava nos ricos detalhes do jogo.
    -- O pirulito do Pirulito foi lindo. Até a pintinha tava igual com a realidade. Agora só falta criarem um jogador do Stênio Garcia. Acho que eu mesmo vou criar. - disse ele, preso nas suas putarias.

    Eis que surge Slash, andando calmamente para se encontrar com Jão. Ele parecia meio triste.
    -- Oi Jão. To triste hoje.
    -- Fókiu. Ta atrapalhando meu fetiche com o pirulito do Pirulito.
    -- Foi mal. É que eu não sei se hoje eu vou parecer maduro ou se vou fingir pra poder nego pensar que to crescendo e mudando, mas no fundo ainda curto rôla cabeçuda e quente na boquinha.

    Jão olhou para Slash por alguns instantes e depois seguiu caminho.

    Obs: Slash, imprimi outra fotinha sua e colei no meu quarto. Logo te dou rôla cabeçuda, veiúda e quente. :3

    Logo, os dois chegaram na escola, onde Near já estava, sentado, com Zelda, um velho novo aluno. Assim que percebeu que Jão e Slash se aproximavam, cutucou Near na bundinha e logo ele parou o que fazia.
    -- O que estão fazendo, cuzões?

    Near foi o primeiro a falar, supostamente feliz.
    -- Eu to praticando flauta, com a flauta do Zelda. Ela tem um tamanho ideal que cabe direitinho na minha boca. - disse Near, já voltando a praticar novamente.

    Enquanto isso, Carolina Lletes se aproximou, junto com J. Assim que viu Jão, J fechou a cara.
    -- Minha vida social ta uma merda. Vou sair. - disse J, saindo do grupo do Skype.
    -- Nego não esquece o passado. Só porque peguei a irmã dele. - disse Jão.

    Carolina ficou sem entender e então fez carinha triste mas que ainda é bonitinha. (bochechuda!! ><)
    -- Pessoal, hoje um cara filha da puta roubou meu V3. Meu celular de última geração. O que eu faço agora?

    Todos ficaram tristes por Queroláini ter sido roubada, mas nada poderiam fazer. Ela logo sorriu.
    -- Foda-se ele, consegui um Iphone 6 e estou fazendo vários nudes maneiros.

    Ao ouvir isso, Zelda tirou a flauta da boca de Near, que ficou irritado, e logo voltou sua atenção para Queroláini.
    -- Manda nudes ai, zozo

    Ao ouvir isso, Queroláini ficou puta da vida.
    -- Zozo é a cabeçona roxa da minha piroca. Porque a invés de ficar falando merda e pedindo nudes, não chama na xinxa? Num fode, tu é mó virjão, curte Rôla mania. Maior jogo de viadinho. Ainda bate no peito pra dizer que foi TOP 10 desse lixo. Tu deveria ter vergonha de dizer isso!!
    --Calma zozo... ç.ç
    -- Calma o caralho!! Eu magoei a princesinha? a Princesinha ta magoada? ta com a bundinha magoada? se fuder maluco. Se não curtiu, pode chupar minha rôla que, com certeza, é maior e mais grossa que a tua! Sai cara, eu como mais mulher que você.

    Depois dessa conversa, Zelda simplesmente começou a chorar e foi jogar rôla mania para recuperar a felicidade.
    -- Zelda, passa na minha casa depois pra gente continuar praticando!! - disse Near.

    Assim que Zelda foi embora, o sinal tocou e geral foi estudar. No intervalo, todos se reuniram para conversar. Near estava focado no seu celular.
    -- Estou aqui conversando com mamãe. Ela colocou 15 minutos de internet no meu celular. Melhor mãe não existe!!

    Black apareceu logo em seguida. Não tinha assistido as aulas do primeiro tempo e parecia cansado.
    -- Fala aê galera. To mortaço. Fiz um UFC pelado com um cara que conheci em uma boate chamada "La Fênix Negra". Ele era grandão e forte. Nossa, quase me matou no comecinho, mas eu fui mais forte.

    Todos olharam para Black e cagaram pra ele, pois já sabiam que ele curtia empurrar o cocô na contramão. Assim, os jovens amiguinhos marcaram de se encontrar na casa de Jão, para realizarem uma pequena festa do pijama. Após todos concordarem em ir, o sinal tocou e todos voltaram para as salas.


    CONTINUA...[/color]
    avatar
    Doom
    NPC
    NPC

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 13/06/2015
    Idade : 20
    Localização : Rio de Janeiro

    Ficha de Personagem
    Vida:
    100/100  (100/100)
    Cosmo:
    100/100  (100/100)
    Nível: 1

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Doom em 12.04.16 21:43

    Saudades quando isso era regular.
    avatar
    Black
    Iniciante
    Iniciante

    Mensagens : 3
    Data de inscrição : 15/06/2015

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Black em 12.04.16 21:45

    Para de reviver tópico, Law
    avatar
    Doom
    NPC
    NPC

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 13/06/2015
    Idade : 20
    Localização : Rio de Janeiro

    Ficha de Personagem
    Vida:
    100/100  (100/100)
    Cosmo:
    100/100  (100/100)
    Nível: 1

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Doom em 12.04.16 21:46

    Mas esse é obrigatório reviver.
    avatar
    Daxos
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 14/06/2015

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Daxos em 18.04.16 23:27




    Eita porra!!! Aki é bóri biudêr, POHA!!!! Voltei, arrombados. Tamo de volta com o SM, a pedidos insistentes de uns pau no cu chato pra carai, mas que considero pacas. E seguinte, cês vão ter que entender que a parada aqui vai ser brutal. O estilo de escrita do autor da fic modificou muito nesses meses que passaram e as coisas podem ser estranhas pra todos vocês. Se não curtirem, que fique gravado na mente de vocês aquele FODA-SE retumbante dito pelo autor. Agora, bora pra fic, porque...

    Ta saindo da jaula o monstro!!!

    O dia começa de maneira muito boa, com Jão indo dormir 5 da tarde porque a creche ta de greve. Ele acorda de madrugada e fica sem fazer porra nenhuma porque é a única coisa que ele sabe fazer. O dia seguinte era um momento bem legal, pois Jão iria encontrar os outros cuzão pra poder conversar e fazer qualquer coisa, menos pegar mulher, porque o LOLzinho não deixa.

    ATENÇÃO, DEVIDO AO FATO DE UM DETERMINADO GRUPO DE PESSOAS ACHAR QUE AS PIADAS USADAS PELO AUTOR DA FIC PRECISAM SER EMBASADOS EM FATOS E DEVIDAMENTE ANALISADAS ANTES DE SEREM REALIZADAS (O QUE É UMA VIADAGEM SEM LIMITES E MIMIMI ABSURDO DE UM VIADINHO QUE ACHA QUE PODE TAXAR A PORRA DA PIADA COMO ELE QUISER. VAI TOMAR NO CU, SEU ARROMBADO. TU MERECE CHUVA DE PIROCA TODO DIA NA SUA BUNDA SECA. UM MERDA QUE TU É! AQUI QUEM MANDA SOU EU ENTÃO VAI TOMAR NO OLHO DO SEU CU. ABRAÇOS.), ESTAREMOS SUBSTITUINDO ALGUNS PERSONAGENS POR ALGUNS ALEATÓRIOS. VALE RESSALTAR QUE QUALQUER SEMELHANÇA COM PESSOAS DO MUNDO REAL É MERA COINCIDÊNCIA.

    A reunião começa quando a campainha da casa de Jão toca. Imediatamente ele vai até a porta, atende e quando percebe que é Slash e B, acaba deixando-os entrar. Pouco tempo depois chega Near, Carol, Koichi, Pedro, também conhecido como cagão e namorada do Vitor/Esdras e Soul, também chamado de Gugu Pentakill. Assim que geral estava lá na casa de Jão, a putaria começou a rolar solta. Enquanto todo mundo conversava, Near, bancando mó cu sem prega sem consideração pelos amigos, apenas pelo cara que dá leitinho quente de rôla pra ele antes de dormir, vulgo Jão, chama seu colega de meinha no cantinho e mostra a foto da sua nova namorada. Jão fica impressionado, pois percebeu que Near não estava namorando um cabo de vassoura e também porque sabia que ele iria mamar mais seu piruzin. Eles voltam pra perto de geral, onde Near então revela a notícia.
    - Pessoal, eu tenho uma namorada!! Mas não vou mostrar pra vocês, porque vocês não são meus amigos, vocês são só uns caras que jogava no fórum de CDZ, mas que eu não tenho consideração nenhuma. Se eu tivesse comida pra caralho e vocês estivessem com fome, deixava geral morrer. Só o Jão é meu amigo, por isso mostro a foto dela pra ele no privado do whatsapp e mando alguns nudes também. Vocês que se fodam.

    Na mesma hora, Slash, também conhecido como Blastoise ou DJ Blastoise Mega Hitz, fica com um puta ciúmes de Near, afinal, o cara era magrelo, tinha hora de dormir e acordar, só podia assistir Backyardigans na televisão e ainda curtia enfiar a boca na flauta do Zelda. Como alguém nesse naipe poderia estar namorando?!?!?! Esse é um daqueles mistérios que ninguém nunca vai descobrir (Aqui entra a música tema do Arquivo X, mas como to com preguiça de colocar o som, vou deixar assim.)
    - Não mano. Eu aqui, gostosão, com dois canhão D'Água nas costa, sabendo usar Hidro Pump, Rage, Fake Tears e Amnésia, bonito pra carai, narizin de tomada, Moro em SP, torço pro Curitcha, curto Hip Hop, Faço répi daora várias outras paradas. Como eu to solteiro e o Near tem mulher???????

    Near, entendendo que seu amigo tava com um puta ciúme, chegou junto e foi logo querendo tirar sarro.
    - Quer dicas?

    (Aqui entra uma música eletrônica fodona)
    OOOOOOWOWOWOWOWOWOWOWOWWOWOWOWOWOWOWOWOWOWOWWOWOWOWOWOWOWOWOO!!!!!!!

    IT'S OVER!!! IT'S OVER!!!! R.K.O!!!! IT'S SUPER EFFECTIVE!!!

    Slash, humilhado e sendo motivo de zuação de geral do grupo, acabou indo se fuder lá no canto, tendo que cuidar do Nicolas, vulgo Squirtle. Esse foi o início de uma dura desavença entre Blastoise e Flautista de rôla*

    *Nota do autor: Para mais informações, leia Blastoise VS Flautista - Dawn of 'Quer dicas?'

    A senhorita Sellet, que será chamada de Queroláini porque o autor assim deseja, se aproxima de Jão e começa a conversar com ele:
    - Você sabe que me separei do J? - perguntou ela.

    Jão, sentiu-se um pouco mais aliviado, já que J só costumava pensar no que as pessoas iriam falar dele (PAU N SEU CU, ARROMBADO!!! VAI FAZER MINHA PADAWAN CHORAR NÃO!! VIADO ESCROTO!! VAI SUBIR EM ÁRVORE É O CARALHO, POHA!! TA FUDIDO NA MINHA MÃO!! TOMARA QUE TU PEGUE GONORRÉIA! ATT, DOLAN).
    - Foda-se. Agora podemos nos pegar loucamente, sarrar a madrugada toda(especialmente quando geral estiver dormindo) e falar que é crush de brincadeirinha.

    Queroláini sorriu, mostrando seu sorriso encantador (Titio Thor ama esse sorriso :D).
    - Ai que ótima ideia "crush". Começamos hoje a noite a "crushar". Eu só curto pegação louca e ilimitada com amigos, nada mais.

    Enquanto Jão e Queroláini ficavam nesse cu doce abissal, cagão estava conversando com sua namorada Esdras.
    - Oi amorzinho!!! Eu te amo muito. Mais tarde vai rolar nudes da sua trozoba dura?

    Esdras logo responde, mandando a fotinha só da cabecinha roxa pro Cagão poder ficar ouriçado.
    - Ai que lindo, amor!!! Ta tão durinha e roxinha essa cabecinha. Quero todinha pra mim!!

    E enquanto cagão ficava papeando com Esdras, Vitor chegou na casa de Jão. Assim que viu o rapaz, cagão sentiu uma nostalgia incrível e logo uma música maneira começou a tocar (Drake - Hotline Bling)e aí os dois começaram a se aproximar e dançar juntos, até que se deixaram levar pelo calor do momento e se pegaram loucamente. Como a pista de dança tava bem escura, ninguém viu os dois se pegando e deslizando mãos sensuais por partes do corpo que não podemos descrever. Passado algum tempo, cagão volta para perto da galera.
    - Eu e minha namorada vamos fazer 1 ano de namoro. Vamos comemorar amanhã de noite. :)

    Koichi, que até então estava quieto, decidiu que era o momento ideal para se fazer presente naquela reunião.
    - Eu sou ateu e quero que geral saiba disso e como moro em uma cidade cheia de gente religiosa extremista (ALLAHU AKBAR!!!!!!) eu curto implicar com geral por eles serem religiosos e aí eles fazem bullying comigo. Um dia vou matar todo mundo do SW.

    Mas como Koichi era piroca das ideia, ninguém deu atenção pra ele (Erro que vai custar caro pra geral depois.)

    A reunião já estava tmando grande parte da noite, então, Jão decidiu jogar um pouco de LOLzinho, pra não deixar seu lado gay tão em baixa e pra se mostrar um pouco pra Crush. Ele começa a jogar no seu Netbook da Eliana e logo se irrita, jogando o Netbook pra longe e ficando no canto da sala, visivelmente alterado.
    - Ahh não cara!!! Eu entro no Jungle pra jogar com os cara, só cai Noob e assim que começa é first blood, depois ninguém quer passar o piru na minha bundinha virtual e nem no meu rostinho virtual e eu jogando de Thrash!!! - dizia, enquanto começa a chorar igual uma criancinha de 5 anos quando perde no Super Mario World.- Que raiva!!! Minha vontade é de quebrar meu netbook, mas só tenho ele e meu PS4 e 300 mil no meu cofrinho pra botar na Lan.

    Logo Queroláini foi consolar o Crush e os dois foram se fuder pra lá por um tempo porque já to de saco cheio de narrar essa merda.


    Gugu sobe em uma cadeira e começa a falar para que todos ali ouvissem.
    - Pessoal, eu quero jogar W. Alguém faz W pra eu jogar, seria eternamente grato e pagaria essa pessoa com um belo boquetão.

    Near, ao ouvir isso, se irritou com a atitude de Gugu.
    - Você é muito escroto cara. Já abraçou seu egocentrismo hoje?

    Gugu, não se deixando abater por Near, desce da cadeira e logo fez um belo comentário.
    - Cara, você tem uma foto de perfil em um espelho cheio de porra. Maior hipócrita não existe. E me avisa quando o filme do Independence Day chegar na locadora do teu bairro, quero alugar em VHS.

    (Novamente uma música eletrônica barulhenta e absurdamente foda)

    OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOWOWOWOWOWOWOWOWOWOWOWWOWOWO!!!!

    CHUPADOR DA FLAUTA DO ZELDA!!! SEU CUZÃO!!! VAZA DAQUI QUE TU ALUGA VHS!!! NEM SEI PORQUE PERCO MEU TEMPO NARRANDO AS MERDA QUE TU FAZ. MAMÃE TE MANDA DORMIR 17:30 PORRA!! TU TEM 19 ANOS NESSA CARALHA! VAI TOMAR NO CU, NEAR!!!

    Nesse momento, Paulinho da cara de cu aparece junto do grupo, apenas para fazer um comentário.
    - B, bora jogar LOL? Quero fuder hoje.

    B, sentindo-se empolgado depois de ver Jão jogando, pisca o ânus e logo comenta.
    - Ok! Mas só se eu for a piranha, porque hoje quero dar até meu anel ficar vermelho. - disse, já partindo com Paulinho cara de cu pra jogar LOLZINHO.

    OBS: O AUTOR ABRE UMA NOTA AQUI PARA DIZER QUE A INTERAÇÃO ENTRE PAULINHO E B É COMPLETAMENTE PAUTADA EM FATOS, PORTANTO, É COMPLETAMENTE PERMITIDO FAZER TAL PIADA. ENTRE DE BOCA COM RECURSO NA PRIMEIRA VARA DO THOR, QUEM NÃO CURTIR. (VAI SI FUDER, B. SEU PAU NO CU DO CARALHO. VAI ESTRAGAR A PIADA DOS TEUS AMIGO CHUPADOR DE PIROCA. VAI ROLAR NA LAMA COM MACHO, CARALHO. BEIJOS, MAMÃE DO B, SUA LINDA!!! *_*)

    Antes de ir, porém, B aproveita pra medir e avaliar o piru de Jão, Near, Blastoise, Vitor, Esdras, Cagão e mais geral que tava ali e que tinha rôla. Até Queroláini.
    - Pessoal, vocês precisam se alimentar melhor. O piruzinho de vocês ta meio flácido e isso não é bom. Vou ter que notificar a ANVP (Agência Nacional de Vigilância Peniana). Como passei no concurso pra ser fiscal peniano, assumindo o lugar do zelda, espero que saibam que sou mais criterioso com rôlas do que ele.

    Zelda agora havia sido promovido para chefe de seção da ANVP. E por falar nele, em algum lugar de um programa chamado Skype/Discord, zelda digitava e enviava frases.
    - Olá? Alguém online? Todo mundo só quer saber de Whatsapp poxa. Eu tenho PS4, mas não tenho celular pra usar Whats. Vem Hatsune, vamos fazer sexo imaginário e virtual. - disse, indo pra casa do caralho porque não vou mais narrar ele.

    Voltando para a galera que se divertia na reunião, sem motivos aparentes, Queroláini logo teve uma crise histérica porque ela sempre tem uma dessas coisas cerca de 3 ou 4 vezes no dia.
    - Blá blá blá blá blá, mamãe não me entende. Blá blá blá, ela sempre estraga minha vida. Blá blá, quero sair de casa e viver loucamente sarrando minha ostra peluda com outra ostra peluda de uma crush gata e gostosa.

    Como geral sabe que dentro de uns 5 minutos essa raivinha passa, geral cagou mole pra ela.

    Quando a festa começou a ficar muito tarde, Jão mandou geral ir embora e ficou sozinho novamente em casa, onde conseguiu ter paz. Aquele dia tinha sido agitado e a zuera não conhecia limites para ninguém de seu gruo de amizades. Foi dormir 10 da manhã, pra acordar meia noite, porque o boneco não tem porra nenhuma pra fazer em casa, já que mamãe faz tudo (VAI SI FUDER, JÃO!!! ATT, DOLAN.)

    Enquanto caminhava para casa, Slash ainda se remoía de raiva. Ser humilhado na frente de geral havia ferido seu orgulho e, por isso, começou a ficar falando igual um retardado pau no cu sobre estudar, matérias da creche e suas notas (OUTRO CUZÃO. NINGUÉM QUER SABER DESSAS PORRAS. ENFIA SEU LIVRO DE QUÍMICA NO CU, RODA LÁ DENTRO E JOGA UM POUCO DE SODA CÁUSTICA. FODA-SE!!).
    - Aquele merda do Near ta namorando... não acretido. Eu com essa nareba maravilhosa não consigo ninguém. Mas ele ta fudido na minha mão... deixa estar...

    FIM (Continua em Blastoise VS Flautista - Dawn of 'Quer dicas?' )

    OBS: Quem eu esqueci de narrar na fic, que se foda. Fica pra próxima, se eu quiser. _)_
    avatar
    Daxos
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 14/06/2015

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Daxos em 20.05.16 22:12

    Fala aí bando de pau no cu!! É hoje, bando de cu D'Água!!! Hoje nós vamos ter uma luta IMNPRESSIONANTE. UMA BATALHA DE TITÃAS!!! O DUELO DE DOIS ZÉ BUNDA DO SW!!! DE UM LADO, AQUELE QUE PENSA QUE O MEGALODON EXISTE: NIIIIIIEEEER!!! DIO OUTRO LADO, O DJ MAIS FODÃO DO PEDAÇO. DONO DOS MAIORES GITZ DO MOMENTO: SLAAAAAAASH!!!!! Preparem-se, pois a partir de agora começa...


    Blastoise VS Flautista: Dawn of "Quer dicas?"

    Uma noite chuvosa se fez presente na cidade. As gotas caíam do céu, batiam com vigor na janela de vidro de uma casa fodida de uma rua qualquer. Ali, naquele quarto escuro e com cheiro de cu rasgado, um jovem rapaz olhava para o lado de fora. Suas lágrimas de humilhação se misturavam com as gotas de chuva que batiam na janela (Vai chorar mesmo quando eu socar meu martelo na sua garganta. Tomar no cu!!!! CHEGUEI, CARALHO!!!!!!!)
    - Aquele cuzão do Nier ta namorando... e me humilhou... Que viado. - disse, com a raiva emanando do seu interior.- Ele ta fodido na minha mão. Vou pra academia, vou entrar no clubinho de teatro, dar em cima de uma mina gostosona e esfregar na cara dele.

    Não demorou muito para pegar seu casaquinho da Peppa (Vai chorar porquinho? Vai, vai??? :3) e partiu em direção à rua. No caminho, foi impedido por um pequenino de cabelo preto e aparência inocente.
    - Irmãozão, aonde você vai? - perguntou o garotinho, vulgo, Squirtle.

    Slash, em meio a seus pensamentos, agiu com grosseria e usou Rage.
    - Não te interessa, Nicolas. Você é chato pra caralho e adotado!!

    Saiu caminhando, enquanto seu irmãozinho ficava estático na porta, chorando por saber daquela maneira que tinha sido adotado e que não foi a rôla do seu pai que criou ele. Agora sim Slash conseguia respirar. Cada passo trazia mais liberdade. Começou a correr, sentindo a chuva batendo no seu rostinho e entrando no seu nariz gigante e de aspecto parecido com tomada. Parou, quando viu um grupo de caras fazendo tirando sarro de uma garota. Imediatamente se camuflou nas sombras, agindo de maneira sorrateira. Chegou perto dos caras e usou Rage novamente.
    - Aê , seus merda. Vão tudo tomar no seu cu porque eu tenho técnico em Química, ta ligado? Estudei Biologia e fiz um roteiro pra fixar tudo na mente. Seus arrombado, sai de perto da mina!!

    Os caras logo perceberam que Slash ainda era BV e vazaram. A garota ficou agradecida e estava toda molhadinha, pronta pra dar pra ele, isso até olhar para o garoto...



    Assim que o viu, a garota percebeu que ele era parente do pinóquio e lembrou da foda que eles deram enquanto a mãe dele ia no mercadinho da esquina, achou que Slash era parecido e foi embora sem dizer mais nada.Se sentindo usado e mais fudido do que já é, Slash caminhou mais ainda pela noite, até desaparecer...

    As notícias se iniciaram e espalharam rápido: O melhor DJ do pedaço tinha sumido e, agora, garotinhas eram salvas por uma estranha criatura. Os vilões eram marcados com o seu símbolo, um pênis cabeludo e veiúdo. Os garotos que namoravam viviam com medo e as garotinhas também, porque os relatos diziam que o estranho ser que os salvava era feio pra caralho (OOOOOWOWOWOWOWOWOW, SE FUDEU BLASTOISE!!!!!).


    Do outro lado da cidade, em um lugar bem parecido com o Acre, um garotinho magrelo, de óculos e aspecto franzino estava sentado no sofá de casa com sua namoradinha (VAI TOMAR NO CU, NIER!! NUNCA VOU TE PERDOAR POR MOSTRAR FOTINHA DA NAMORADA PRO JÃO E PRA MAIS NINGUÉM!! TA FUDIDO NA MINHA MÃO ETERNAMENTE! _)_ ). Os dois assistiam ao telejornal, onde a matéria de um estranho vigilante de ninfetinhas assombrava a cidade. O rapaz cerrou o punho, como se fosse muita merda pra poder fazer alguma coisa mas, na verdade, sempre foi fudido e chupador da rôla do Lucas também.
    - Near, eu to com medo. E se esse vigilante resolver vir atrás da gente?

    Nier, mostrando ser a boa bicha que é, olha para o amor da sua vida e sorri.
    - Não se preocupa, amor. Ninguém nunca vai machucar você. Nada vai atrapalhar nosso romance. Esse vigilante não é melhor do que os caras que afasta das garotas. Ninguém deu tal direito a ele. Alguém, um dia, deverá pará-lo...

    Ao ouvir essas palavras, a namorada de Nier se sentiu excitada e logo o rapaz conseguiu sentir um volume no meio das pernas da namorada. Já sabendo do que se tratava, foi logo caindo de boca na flauta da namorada. Os dois se envolveram em uma noite de amor, onde Nier foi feito de putinha. Se posicionando atrás da namorada, Nier foi logo falando.
    - Mostra os peitos pra mim, mozão...

    Logo a namorada mostrou os peitos pro Nier e ele logo foi segurando neles, por trás dela. Abaixo temos uma representação visual da cena de amor dos dois:



    Deixemos os dois se comendo lá na casa deles e passemos para os outros acontecimentos...

    Alguns dias se passaram e Koichi decidiu dar uma festa também. Chamou todos os amiguinhos dele (Todos que ele ainda não matou ou torturou) e suas companheiras ou companheiros. A casa estava lotada e Slash chegou em um ônibus com ar condicionado, causando furor na multidão. Nier já estava lá, porém, sozinho, pois a namorada teve um compromisso (VOU GASTÁ PRA SEMPRE. FICA DE CU DOCE COM A FOTO DESSA MINA, BOTO A IMAGEM QUE EU QUISER. A FIC É MINHA, PAU NO SEU CU, SEU MERDA!!!). Assim que viu Slash chegando de busão com ar, Nier foi ao seu encontro.
    - Fala aí, Slash.
    - Near...
    - Me diz, o que tem achado desse vigilante que defende garotas?
    - Eu acho que ele quer prezar pela integridade das moças e também quer encontrar uma mina legal pra namorar e transar até o piru ficar assado.
    - Entendo... Eu acho que ele é um merda. Um cara que só ta a fim de fuder a vida daqueles que já tem alguém.
    - Eu acho que alguns caras que namoram são muito pau no cu pra assumir a verdadeira identidade da namorada e as vezes mostram só pra um amiguinho, enquanto diz ser amigo de outros e deixa os outros fudido e na merda. Esse cara tem mais é que se fuder na vida e ficar sem ter porra nenhuma, além do pc queimar, a internet cair e o cu ser arrombado todo dia.
    - Relaxa, Slash...
    - Relaxa meu ovo. :)

    A divergência entre os dois viadinhos estava atingindo níveis absurdos, até que um outro boiola chegou para colocar lenha na fogueira.
    - Caras, deixem disso. - disse B.- Só queria dizer que essa conversa de vocês é ridícula. Eu e meu amor, vulgo Paulinho, nos dedamos todo dia no LOLzinho e ainda não fomos atacados por ninguém, mas se um dia rolar, que esse vigilante pelo menos use camisinha. Olha só... Slash encontra Near. Esse é um encontro histórico. Não vejo vocês desde a casa do Jão.

    Slash achou que B era muito pau no cu (e realmente é. EMBASAMENTO DE CU É RÔLA!!! ) e logo se afastou deles.
    - Duas bixas no mesmo recinto pode ser contagioso. B, vai rolar na lama com o Diálsio e Near... só continua sendo você mesmo que já ta fudido o suficiente.

    Depois de várias tretas lá na casa do Koichi, Slash se distância dos outros para fazer umas merdas lá que ninguém se interessa já que é chato pra caralho (Se quiserem saber o que é, assistam Batman VS Superman. Melhor filme não existe! ^^). Eis então que uma jovem moça de cabelos perfumados, lábios com batom vermelho, vestido preto e um piercing na gengiva se aproxima de Slash. Blastoise logo fica ouriçado e decide que vai conversar com a mina.
    - Olá, eu su Carol, mas pode chamar de Queroláini.
    - Peitão...
    - Isso é muito rude. Quer ser meu crush virtual? A gente pode se pegar loucamente e transar até ficar suado e cansado e depois dizer que é de mentirinha porque quem vai acreditar em dois adolescentes de 17 anos?
    - Mulher...
    - Se a gente virar crushs você vai me assumir pros amigos, né?
    - Não.
    - Como assim?? Porque não? Eu sou linda, cheirosa, inteligente, amante dos animais, super na moda e meus atributos físicos dão inveja em qualquer garota. Não me assume porque?
    - Porque só assumo crush com amigos... (Logo chegaremos nessa parte... ;)

    Por fim, Queroláini cansou de ser humilhada pelos homens daquele círculo de amigos e foi atrás de uma garota gostosa pra s]esfregar sua ostra. Assim que encontrou, deu logo uma chave de tesoura na xavasca dela e as aranha se engalfinharam ali mesmo, na frente de geral. Depois de tudo feito, Queroláini botou a culpa na bebida e saiu saindo. A festa foi uma merda, Slash não pegou ninguém, Jão bebeu e caiu de boca na rôla dos parça, Koichi cortou os pulsos com uma gilette, Gugu ficou perguntando "QUEM TA ON? ALGÚEM TA ON? TEM ALGUÉM ON?" Igual um retarda, B rolou na lama com um carinha que conheceu na festa, cagão ficou beijando o Vitor e no fim todo mundo foi pra casa e acabou.

    Ainda naquela noite, enquanto Blastoise caçava rapazes que namoravam, acabou encontrando dois casais que seguiam tranquilos pela rua de Barueri. Com sua bicicleta cromada,  jovem iniciu uma corrida até eles, que logo perceberam a emboscada do vigilante e começaram a correr. Slash estava pronto para atacá-los com aquele discursinho de chupador de escroto sobre estudar em escola técnica e fazer planinho de estudos quando, de repente, Near apareceu de maneira primorosa na frente da sua bicicleta. Na tentativa de atropelar ele, Blastoise acaba acertando uma pedra no caminho, rodopia e cai no chão com sua poçante. Nier se aproxima dele, o peito inflado. Ele joga o celim da bicicleta pro lado e aguarda, pacientemente, Slash se levantar como um verdadeiro homem de respeito (só nesse momento que acontecerá isso. Aproveita). Eles se encaram por algum tempo, porém, Near não reconhece Slash porque o mesmo está com seu casaquinho de capuz da Peppa.
    - Pare o que está fazendo nesse momento e nunca mais volte. Esse é seu último aviso... - disse, já se preparando para ir embora.
    - Diga-me, você chupa sem morder a cabecinha?

    Nier encara com ódio para Blastoise e, lgoo após, vai embora.
    - Vai chupar... - disse, ajeitando sua bicicleta e indo embora também. A dupla de casais haviam fugido, graças ao Mestre Flautista.


    Depois da festa acabar, Near continuou sendo ovacionado pelos amigos. Slash viu tudo o que falavam de Nier e apenas achou que ele continuava errado. Afinal, se ele era tão fodão, porque acha que pode fazer o que quer? Quem deu o direito pra ele pisar nos outros? Enquanto isso, Nier e B conversavam.
    - Nossa Nier, você tem uma boquinha de veludo maravilhosa... - disse B.
    - Eu tenho muito tempo de treino na flauta do Zelda. Agora entrei pra uma orquestra, onde vou poder praticar todo dia... ;)
    - Sabe que eu to a fim de fuder esse vigilante a muito tempo, né? Ele vai ser um prato cheio pra mim. E sabe o mais interessante disso tudo? Vai ser você que vai trazê-lo até mim.

    Nier ficou sem entender, então B foi prosseguindo.
    - Você vai acabar com ele e vai trazer aquele cu peludo pra mim, porque eu sequestrei sua namorada. Se não me dar aquele cu gostoso, eu transformo ela em mulher...
    - NÃÃÃÃÃO!!!!!
    - Então vai e me traz o que eu quero, caralho!!! - disse B, dando uma estocada tão forte com a rôla na garganta de Nier que chegou a acertar na nuca.

    Após isso, Nier, completamente irado, foi atrás do vigilante.


    Enquanto Nier procurava o vigilante, Slash estava na casa de Jão. Ambos sentados no quarto do rapaz de Rio das Ostras. Uma música suave dava um clima especial para eles.
    - Vou pegar o Nier de porrada. Vou estuprar tanto ele que nem a defesa civil vai querer levar o que sobrar.
    - Calma cara. Ninguém ta te zuando mais por causa disso. Não precisa fazer merda contra ele.
    - Não!! Ele é uma ameaça aqueles que esperam o verdadeiro amor. Se tivermos uapenas 1% de chance de fazer algo comntra isso, é exatamente o que farei. Vou deixar ele comendo poeira quando entrar na academia e n clubinho de teatro. Vou pegar a mina mais gata do colégio e esfregar na cara dele.
    - Deixa eu ver se entendi. Você quer ir pra guerra? Contra um cara que a internet é paga por hora? Sabe que pode sair derrotado, não é?
    - Alguém tem que fazer alguma coisa... - disse.- Mas mudando de assunto. Tenho uma coisa pra te falar...

    Jão ficou aguardando, a fim de saber o que Slash queria dizer.
    - É que, em todo esse tempo, eu nunca encontrei alguém como você. Você é bonito, é inteligente, saca muito de filmes, HQ's e tem um instinto de liderança que eu gosto muito. Você é meu melhor amigo, Jão. Eu gosto muito, muito de você...

    Ao ouvir aquilo, Jão pensou em mandar Slash ir pra Puta que pariu, mas aí percebeu que ele tinha atributos que gostava muito e decidiu dar uma oportunidade.
    - Continua... - disse, já ficando aquecido por dentro.
    - Uma garota veio querendo assumir um crush comigo, mas eu disse que só assumo crush com amigos... Você me traz paz, já. Você é meu parça...

    A partir daí os dois rolaram loucamente pelo chão do quarto. Os barulhos das carícias chegavam a ser ouvidas do lado de fora da casa. Por fim, Slash falou uma merda que Jão não curtiu e ele ficou boladaço.
    - Não vou mais brincar com você, Raphael. Você fica vacilando, quando eu falo pra não falar merda. Tem que pensar antes de falar. Cê quer falar merda, blz, mas não brinco mais contigo...

    Slash, temendo perder seu "melhor amigo" pede desculpas de maneira insistente até que jão concorda em dar mais uma chance ao "amigo".
    - Ta bom. Vou te dar mais uma chance, mas se pisar na bola de novo, acabou. Nunca mais vou te comer. Agora chupa o pau sem ignorar o saco (REFERÊNCIA!!!!).

    Após esse momento conturbado, Slash acabou aceitando e tudo voltou ao que era antes. Enquanto Jão e Slash dormiam no quarto, depois de uma noite de "conversa e trabalho" (TRABALHA NO MEU CACETE - JÃO, 2016), Slash acabou tendo um sonho esquisito. Nesse sonho, ele estava no quarto de Jão e um portal se abria. De seu interior o Cagão saia, olhava com temor para Slash e falava:
    - Slash, você tem que reunir e criar a parada gay. Você tem que nos unir!!! A namorada do Nier. Ela é a chave. A chave está entre as pernas dela. A chave tem 17 cm enquanto ta mole!!! Você tem que me impedir de namorar e transar com o Pedro!!! - disse e, percebendo que Slash não entendia nada, Cagão continuou.- O que houve? Cheguei cedo demais? EU CHEGUEI CEDO DEMAIS? EU JÁ TRANSEI COM O PEDRO OU NÃO?! AQUELA BICHA FILHA DA PUTA ME USOU E ME JOGOU FORA!!! FODA-SE, DA TEU JEITO AÍ CARA. - disse, saindo pelo portal que veio.

    Slash acordou suado e nervoso, afinal, não sabia o que tinha sido aquilo que viu? Um sonho ou uma visão de alguém do futuro querendo que ele mudasse algo enquanto ainda era possível? Slash não sabia. A única coisa que sabia era que Jão o havia perdoado, se aconhegou mais nas cobertas e continuou a dormir.

    Algumas horas se passaram e Slash achou que era o momento de confrontar seu pior inimigo. Enquanto fazia os preparativos, Near descia em Barueri, onde iria começar sua busca pelo vigilante desconhecido. B agora se encontrava no interior de seu quarto, realizando experiências macábras com um amigo em particular. Queroláini estava em Barueri também, pois caçava possíveis crushs femininas para trançar os pelos das ostras.

    A noite veio rápido. Slash estava agora no telhado de sua casa. Com seu laser de cor vermelha e usando um casaco robusto, quase como uma armadura, ele lançou a luz do laser para cima, iluminando fracamente uma nuvem. Nier percebeu a luz e logo se aproximou da casa. Slash desceu do telhado e ficou a alguns metros de Nier. Finalmente o momento havia chegado. Finalmente a batalha pelo qual eu enrolei tanto. Finalmente esses pau no cu que nunca sentiram o gosto de uma xereca vão se confrontar. Finalmente o momento FLOP chegou... :)
    - Finalmente. Esperei por esse momento desde quando me humilhou na casa do Jão, seu viado!!
    - No Jão... Slash? É você?
    - Claro que sou eu!! Reassumi o manto de vigilante para acabar com os casais da cidade. Eu sou Blastoise!!
    - Desculpa por ser pau no cu, mas é que eu gosto de pau e de preferência no meu cu. Me perdoa?
    - Já que pediu com carinho, sim.

    Os dois saem felizes dali e tudo segue numa boa.

    Fim...














































    Okay, fim do momento flop (recapitulando de onde essa merda saiu dos trilhos)
    - Claro que sou eu!! Reassumi o manto de vigilante para acabar com os casais da cidade. Eu sou Blastoise!!
    - Então é você!! O causador de tantos problemas. Eu preciso de aju--

    Nier tentou falar que precisava de ajuda, pois sua namorada estava prestes a ser castrada, mas Blastoise ativou um botão no seu controle remoto da TV e os parça ligaram duas caixas de som no volume máximo, onde um hip hop do The weeknd começou a tocar. Nier caiu de joelhos, mas logo arremessou as camisinhas usadas da sua namorada nas caixas de som e elas explodiram. Os parça de Blastoise cai tudo no chão, lutando pra cpegar as camisinha. Nier se aproxima rápido de Blastoise e o empurra, mas com esses bracinho de grilo aidético que ele tem não conseguiu fazer quase nada.
    - Quer dicas pra pegar mulher? Eu posso te ensinar.
    - Enfia suas dicas no cu!!! - disse, puxando sua lança com um consolo na ponta.

    A batalha dos dois foi cruel. Blastoise cravou a lança na bunda do nier, que gemeu e paralisou ante a grandiosidade daquela lança.
    - Isso é por me fazer entrar no clubinho da meinha!! E isso por me fazer entrar no clube de teatro s´pra procurar mulher!! - disse Blastoise, puxando e empurrando a lança/consolo cada vez mais fundo na bunda de Nier.

    Os efeitos da lança logo passaram e Nier pôde contnuar a lutar. Jogando Blastoise pra longe, pegou algumas fotos abraçado com sua namorada e esfregou na cara do vigilante de Barueri.
    - Acha que vai me ganhar?! Eu sou o mais pica do SW!!!! EU PEGO MULHER E NÃO HOMEM!!!!!!!!!!! - Nier então arremessou Blastoise, que tropeçou nas fotos do casal e caiu rolando as escadas do metrô.

    Andando de maneira imponente, Nier já acreditava ter a vitória nas mãos. Quando se aproximou de Blastoise, recebeu um spray de algo que gostou muito do cheiro, tanto que o enfraqueceu.
    - Que cheiro é esse? é delicioso e me enfraqueceu muito. Minha grande fraqueza é esse cheiro e a ponta daquela lança.
    - Gostou? É um spray da essência do meu saco. Se fode aí, cuzãum!!

    Portando sua lança novamente, Blastoise estava para terminar a luta quando, em um momento de desespero, Nier acabou falando:
    - NÃÃÃÃÃOOO!! ELE VAI MATAR A MARTHA!!!
    - Onde ouviu esse nome?! ONDE OUVIU ESSE NOME SEU VIADO?! QUEM É MARTHA?!
    - Martha muito grande a minha piroca, takeopariu!! kkkkkk, troslei, otário!!

    Putão por ter caído em uma táticsa de seu pior inimigo, Slash estava para matá-lo, quando Queroláini interviu.
    - Não o mate!! Martha é o nome do pênis da namorada dele. B esteve chantageando Nier o tempo todo. Descobri tudo porque sou foda demais. O que tenho de peito, tenho de inteligente.

    Depois de perceber que Nier não era tão pau no cu assim, Blastoise e Near ficaram amigos. Infelizmente foi tarde demais, pois uma explosão aconteceu e um ser poderosíssimo acabou surgindo.
    - Near... vai abraçar sua hipocrisia!!!  (OOOOOOWOWOWOWOWOWWOW, CHEGOU NO PENTAKILL)

    Sim, era ele. Doomsday, mas também conhecido como Gugu Pentakill. Queroláini saltou na direção dele, gritando como uma amazona.
    - Maninho, para com isso!!! Deixa o amor gay deles!!!
    - Não!!! EU CURTO FALAR EM CAIXA ALTA AGORA PORQUE SOU FODA E FAÇO PENTAKILL!!! QUERO SABER POR QUE DEVO CONFIAR EM DEUS?!

    A força estrondosa das habilidades de Gugu arremessaram Queroláini, Blastoise e Flautista para longe. Sacando sua flauta/rôla do Zelda, Flautista enfiou ela na boca e foi lutar contra Gugu.
    - Eu acredito no Megalodon!!! Deus é mais, cara!! Os cristãos já sofreram muito nessa vida!!!
    - AHH PARA COM ISSO. ELES SÓ FUDERAM TUDO. MATARAM GENTE INOCENTE, QUEIMARAM BRUXAS, DEIXARAM PAÍSES DO MUNDO NA POBREZA. SÓ MERDA!!! E O MEGALODON NÃO EXISTE!!
    - Claro que  Megalodon existe. Não exploramos nem 0,001% do oceano e do meu cu, então ele pode existir em um dos dois!!! Os cristãos são foda, já sofreram e continuam amando o próximo. Diferente do povo que não é cristão!!
    - MANO, JÁ É FATO QUE O CRISTIANISMO CORROMPEU GRANDES SOCIEDADES E OS PAÍSES MAIS DESENVOLVIDOS DO MUNDO NÃO TEM INFLUÊNCIA NENHUMA DO CRISTIANISMO, ENQUANTO QUE OS QUE TEM INFLUÊNCIA ESTÃO ENTRE OS MAIS POBRES. PODE ME EXPLICAR ISSO?! PODE???? PODE????

    A sessão de Pentakills parecia não ter limite. Blastoise tentou ajudar seu mais novo amigo.
    - Sai daê tiu. Deus é showzão. Cês tão por fora. Tem diferença entre agir sem amor e com amor. Cês são cuzãum mêmo.
    - Ahhhh, claro que tem. Agir com amor é oprimir, saquear e empobrecer países inteiros, né?

    A batalha realmente estava muito difícil. Como último recurso, Near resolveu usar a lança/consolo de Blastoise. Correndo na direção de Gugu, a lança tinha um destino específico.
    - Já que você é otaku também, a lança tem que funcionar!! - disse, enfiando a lança na sua goela, fazendo-a sair pelo cu apenas para, logo em seguida, atingir a boquinha de Gugu.

    Como resultado daquele golpe, Gugu acabou se afastando dali, indo para bem longe. Devido a quantidade de ferimentos e o fato da lança ser seu ponto fraco, Near acabou caindo no chão, morto. Depois que tudo ficou tranquilo, Queroláini e Blastoise viram o corpo morto do Flautista no chão. A namorada dele havia sido solta, já que B tinha sido preso como mandante daquela merda toda (descobriram graças a Queroláini). As lágrimas dela eram dolorosas até mesmo para aqueles que não sofriam. Por fim, largaram aquela merda ali mesmo e foram embora, porém, enquanto eles iam, o consolo preso na bunda do Flautista começou a se mexer com movimentos circulares, se levantando do chão e dando a impressão de que ele não tinha morrido.

    Agora, Queroláini e Blastoise conversavam.
    - Precisamos reunir a todos. Precisamos formar uma equipe.
    - Sim. Essa fic/flop serviu bem para iniciar o universo do SW no mundo. Agora é só esperar os 700 bilhões de dólares na semana de estreia...

    Assim, eles se dispersaram, com o intuito de criar uma nova equipe.

    FIM. (Continua quando o filme da Liga da Justiça sair ^^)

    P.S: Para aqueles que não entenderam caralho nenhum da luta do Blastoise contra o Flautista, deixo aqui uma imagem que representa em 1000% essa batalha tão épica para eles dois...





    [/color][/color]

    Conteúdo patrocinado

    Re: Saint Motherfuckers - Gênesis

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 20.08.17 8:34